Como assim, não tem nada pra fazer?

Marginal - Exposição de Fabio Zimbres no +SOMA, em São Paulo

Já contei que meu filho Lucas foi morar em São Paulo, né? (umas mil vezes?) Mas ontem ele abriu uma nova exposição, como curador: “Fabio Zimbres – Marginal”, no espaço +Soma. Eu queria estar lá, mas não deu pra ir. Daí resolvi não ficar por baixo e fazer algumas coisas bacanas aqui também. A primeira delas foi a exposição do Nelson Magalhães. Lá nos longínquos anos 70, trabalhei com o Nelsinho, que fazia belos cenários e, há alguns anos, fiquei sabendo que ele fazia móbiles espetaculares.

Lilian Maus, a organizadora e Bebê Baumgarten, a aniversariante.

Só tinha visto na casa do Vagner e da Baé.  A fantástica exposição na ESPM foi organizada pela Lílian Maus (maravilhosa artista que, entre outras coisas, tem a Galeria Subterrânea e foi minha aluna de produção).

Nelson Magalhães entre os amigos Marcos e Marília

O Nelsinho contou que os mais de 100 móbiles expostos foram transportados individualmente, a pé, porque podiam quebrar se fosse de carro. Isso torna esta exposição única (até se pensar num jeito de transportar as obras com segurança).  Também vale a pena ver os esboços da construção dos móbiles. Uma viagem, porque além de todo o esquema científico, tem umas frases e coisas legais escritas. Dá pra ficar horas olhando e tentando entender o quebra-cabeças (do móbile e do Nelsinho).

O lindo navio FZ

Na parede envidraçada da entrada, ficou uma obra de outra exposição anterior: um navio do Fabio Zimbres, o que faz deste um blog circular, voltando ao assunto inicial do post!

E as alegrias do fim de semana não pararam por aqui, porque de noite teve a festinha de aniversário do Francisco e da Bebê, no Odessa (filial do Ossip no Bonfim).  As fotos ficaram escuras, mas vou postar ao menos duas, como registro dessa noite cheia de amigos queridos.  O fim de semana ainda seguiu agitado com o Festival Varilux, o ensaio aberto da futura peça do Camilo de Lélis (não vou comentar pra não estragar a surpresa) e muito trabalho entre um evento e outro. Afinal, já está terminando o prazo para o edital da Caixa e não está fácil botar em prática todas as decisões do seminário na Bahia. Boa semana pra todos e a bientôt!

Os convidados do Francis preferiram ficar nas mesas da rua, antes de seguir para a Disconexo.

E os da Bebê preferiram a parte de dentro do Odessa. No fim, era tudo uma coisa só.

Published in: Sem categoria on junho 6, 2010 at 23:42  Comments (4)